A sabedoria feminina em nós

Primeiro, é importante explicar que o resgatar a energia e sabedoria feminina em nós nada tem a ver com ser feminista. Ser feminista é estar obcecada com o feminino relegando o masculino para segundo plano, o que é um erro fulcral. Se queremos sucesso e abundância na nossa vida, é fundamental encontrar um equilíbrio saudável entre o feminino e o masculino no nosso interior, entre yin e yang – a harmonia em proporções divinas.

 

Aceitar com gratidão o que a vida tem para nós

 

O feminino é vibrar paz, amor, perdão, compaixão e tranquilidade. É confiança no divino e a certeza que tudo tem um tempo certo, com confiança plena na vida e nos seus processos.

O feminino é dar espaço para que a vida se mostre e aconteça. É saber ler nas entrelinhas da vida o verdadeiro significado dos acontecimentos. É escutar a intuição e deixar que ela guie os nossos passos.

É saber em cada célula que a vida tem um plano para nós e que necessitamos de silêncio para o poder escutar e, depois, atuar em coerência. Não é ficar parada à espera que alguém decida por nós ou à espera apenas de um milagre. O fazer no feminino é o fazer no silêncio. É o poder da vibração, do ritmo e dos ciclos.

É a gratidão que não precisa palavras para se expressar. É amar incondicionalmente. É aceitar o fluxo da vida.

 

Atlântida e a sociedade matriarcal

 

Quando estudo a História da Atlântida, encontro os mesmos princípios e valores das sociedades matriarcais:

  • Conexão à natureza
  • Harmonia
  • Cooperação
  • Telepatia
  • Nutrição
  • Água
  • Compromisso com a vida
  • Presença
  • Atenção
  • Família
  • Realização
  • Essência Divina
  • Deus
  • Deusa
  • Amor aos Animais

 

De echo, y con el tiempo, gentes de otros lugares viajaron a Atlantis, pero su mentalidad se diferenciaba completamente de la de los atlantes, estava impregnada de ideas de lucha y poder. Estas gentes se identificaban más con el Yo, a diferencia de los atlantes, para quienes el Todo, el Uno, era mucho más importante.

Strohm, F.E. Eckard – Los Ángeles de Atlantis.

 

Conexão à natureza

 

A Atlântida, na sua História, relembra-nos da Criação onde, num mundo perfeito de harmonia, paz e amor – o paraíso -, acontece algo que está à mão do homem e que dá início a todo um ciclo kármico, cujo único objetivo é a Iluminação, a União e o Voltar ao Todo.

Também Jean Watson, doutora em Enfermagem e vencedora de vários prémios e honores na área do Cuidar, nos diz que podemos avaliar a evolução de uma sociedade pelo grau de Cuidar que existe entre os seus membros.

 

É importante cuidarmos de nós mesmas

 

Olhemos para dentro: cuidamos assim tanto de nós mesmas? Damos a nós mesmas a atenção que necessitamos para cuidar do corpo, das emoções ou para cuidar da nossa vida e propósito? E olhemos para o lado: cuidamos assim tanto de quem nos rodeia ou cuidamos por obrigação na busca inconsciente de reconhecimento, de amor?

E, atenção à ilusão de que temos de estar sempre a pensar no Todo e a ajudar todos que se cruzam no nosso caminho. O ego é tão importante para a nossa evolução como o nosso espírito! O ego necessita de ser trabalhado e curado para que possa ser transcendido. De nada serve esquecermo-nos de nós mesmas para ajudar os outros. As relações humanas regulam-se através da lei do equilíbrio e da responsabilidade partilhada.

Se uma mãe faz tudo a seu filho ou uma mulher tudo dá numa relação com o seu companheiro, o que está a acontecer? É amor incondicional? Este é um tema alvo de várias discussões.

“Fazer o bem sem olhar a quem” é totalmente diferente de nos abandonarmos a nós mesmos nas relações. A mãe também é mulher, também é pessoa e tem as suas próprias necessidades de cuidado e realização. A mulher é também amiga, para além de companheira, e tem necessidades únicas relacionadas com o feminino e com o poder de encontrar a sua tribo.

Ninguém pode fazer o caminho por nós. Existe um propósito claro em cada alma e, se nos perdemos só na preocupação de estar lá para os outros, perdemo-nos de nós mesmos.

 

Ayúda-te a ti mismo y Dios te ayudará.

Strohm, F.E. Eckard – Los Ángeles de Atlantis.

 

Somos todos um mas cada um tem a sua responsabilidade. E, a seu tempo, cada um de nós terá de assumir a sua Responsabilidade Cósmica ou, num determinado momento, adoecerá física, emocional ou mentalmente.

 

Precisamos de cuidar de nós mesmas

 

Encontra a tua harmonia

 

É a sabedoria do feminino que traz luz às questões da nossa alma. Esta é a sabedoria feminina. As sociedades matriarcais eram muito sábias na sua conexão ao Divino, através do dia-a-dia. O corpo era sagrado, tudo era sagrado, não existia a ideia de separação entre o corpo, a mente e espírito.

 

(…) esta era uma sociedade na qual «uma fé ardente na deusa Natureza, fonte de toda a criação e harmonia, permeava a totalidade da vida.» (…) parece ter prevalecido um espírito de harmonia entre mulheres e homens, como participantes joviais e iguais na vida.

Eisler, Riane – O Cálice e a Espada.

 

E qual o caminho se vivemos num mundo profundamente patriarcal? Sem sabedoria feminina? Como podemos encontrar a harmonia? É uma excelente questão. E, o caminho começa desde dentro… O que te diz o teu lado yin, o teu lado feminino? Do que necessita? E o que te diz o teu lado yang, o teu lado masculino? Do que necessita?

Quanto mais conheço estas dimensões de mim, mais apaixonada me sinto por mim, pelas pessoas, pela vida! Sejamos realistas, existem feridas de infância, feridas até de outras vidas que é nossa responsabilidade curar.

De nada adianta projetar para fora, exigir fora, quando nem nós conseguimos ir dentro de nós e estabelecer uma comunicação com essas partes feridas. É um investimento significativo, sim. De tempo, dinheiro, dedicação e compromisso. Para mim, sem dúvida alguma, o maior investimento que tenho feito na minha Vida!

Queres viver uma vida em plena abundância e viver o paraíso na Terra? Ainda estás a tempo de encontrar a sabedoria feminina em ti!

Prepara-te para todo um Novo Mundo de insights sobre Ti e o Teu Mundo. Liberta-te da Culpa. Liberta-te das Pressões e das Obrigações. E se tu ficares Doente, quem cuida de Tudo? E se te antecipares e não aguardares o teu corpo dar um sinal que está mal para te comprometeres a 100% contigo mesma?

Eu posso ajudar-te a encontrares a tua harmonia e sabedoria feminina. Entra em contacto comigo para esclareceres as tuas dúvidas.

 

CONTACTA-ME >>

 

Ao serviço da humanidade, de forma consciente e responsável,

Andreia.