300 mil euros… Alguma vez eu imaginei ganhar mais de 300 mil euros em 11 meses? Num ano?

Nunca… Nunca imaginei que isso fosse possível… Cerca de 30 mil euros por mês… Nem 3 mil euros / mês eu achava ser possível em Portugal…

Por isso em 2010 emigrei… E sim na Arábia Saudita conseguia ganhar 3 mil euros / mês…

Mas para isso tive de sacrificar 2 anos da minha vida fora de Portugal e longe da família – não que tivesse sido muito duro porque eu adoro aventura – mas isso era o meu sistema de crenças, “se queres ganhar bem vai para fora…”, “se queres ganhar bem, sacrifica-te…”

E vamos recuar ainda um pouco mais…

Porque queria eu ganhar mais? Não era já feliz sem o dinheiro?

Vamos lá analisar…

Ganhava cerca de 800€ / mês… Era mesmo boa enfermeira, dava o meu melhor aos doentes, fiz mestrado de cuidados paliativos (cerca de 5 mil euros no total) para saber como ajudar as pessoas em fim de vida… Porque isso era (e ainda é) o meu código de honra, fazer aos outros o que gostava que me fizessem a mim…

O dinheiro nessa altura era para livros e estudos e… Despesas fixas! Não dava para mais nada… Nadinha… Ir fazer uma viagem era um grande peso nas finanças… Mudar de carro utópico… E fazer os cursos que eu queria fazer… Estava muito muito muito longe…

A minha alma começou a gritar mudança e a dizer-me:

“Tu mereces mais Andreia…”

“Não te contentes com pouco…”

“Luta, aventura-te, a vida são dois dias…”

 
Mas toda a gente me dizia:

“Tem cuidado”

“Não sabes onde te vais meter”

“É o país da prisão, ali não há liberdade nenhuma…”


Graças a Deus que fui capaz de tomar a decisão por mim e segui a minha intuição. Ouvi muita gente e só me fiz caso a mim… “Andreia queres mudar de vida, let’s go!”

E só por curiosidade, eu estava disposta a tudo, a viver 1 ano em celibato total (Arábia Saudita é o que se pensa), a deixar de fumar (na altura fumava, agora estou “Smoke Free” desde 2013), a deixar de usar “Jeans” e a vestir Abaya todos os dias… Eu dizia SIM a mudar de vida com tudo que isso me trazia.

É bom esperar o pior e depois depararmo-nos com uma realidade mais simpática:

Nunca tive de deixar de usar Jeans;

A Abaya tinha o seu lado positivo (podia ir de pijama ao supermercado e só vestir a abaya por cima);

Podia fumar com muita facilidade, inclusivé no trabalho, havia um local muito simpático para fumar;

E ainda…

Mais festas que nunca antes eu tinha tido (a não ser na altura que fiz Erasmus na Suécia!)…

Vida social intensa, enfermeiras de 55 nacionalidades diferentes (que ainda hoje tenho como amigas!)

Liberdade – sim liberdade!! Com 3 mil euros / mês e 52 dias de férias por ano…

E aqui está a moral da história:

Podemos encontrar liberdade nas situações mais aparentemente limitantes: com amigos de 55 nacionalidades diferentes, ajudar famílias em cuidados paliativos que realmente se preocupavam com os doentes (bem diferente da realidade que vivia em Odivelas de abandono e exclusão social de idosos), a divertir-me e em festas todos os fins de semana e ainda com 3 mil euros para usufruir por mês com 52 dias de férias – será que não vivi mesmo em Liberdade na Arábia Saudita?

Sim, completamente! Soube pela primeira vez o que era mesmo liberdade… Fazer o que me apetecia, poder viajar para onde eu queria, sem limitações económicas nem de tempo. Ahhh sim essa foi a minha primeira experiência de liberdade financeira!!

O dinheiro não traz felicidade, expande-a!

Agora podemos olhar para o lado negativo se queremos: estava longe da família, num país de isto e aquilo… Mas a verdade de quem já lá esteve é:

Se estás feliz, estás feliz em qualquer lado!

Se não estás feliz, tudo é motivo de infelicidade, crítica e julgamento.

Eu escolhi ser feliz. Independentemente daquilo que acontecia fora de mim.

E nesse espírito, conheci pessoas fenomenais, ainda hoje tenho amigos lá, o Turki por exemplo, um saudita mais ou menos da minha idade com umas ideias muito fechadas mas ao mesmo tempo aberto ao mundo lá fora – as nossas discussões religiosas pareciam um programa humorístico:

– “Diz-me lá Turki, porque estaria a Arábia Saudita correta na questão das mulheres não poderem conduzir? É o único país do mundo a pensar nisso!!”

– Andreia, não entendes que é perigoso para uma mulher conduzir?

– “(risos) é super perigoso, podem passar por cima de todos os homens!”

– “(risos) tu não entendes!”

 
 
Terminávamos sempre estas conversas a rir, descontraídos, fascinados pela presença um do outro nas nossas culturas tão diferentes.



Julgar é o pior veneno que existe.

Julgar o que não se sabe. Julgar o que não se viveu.

Julgar a vida de outros só porque se conhece 1%.

Julgar outras culturas sem lá ter vivido…

Julgar os ricos, só porque são ricos são más pessoas.


Está na hora de libertarmos a nossa mente e nos permitirmos abrir aquilo que é possível para nós.

A Mente Pobre é um flagelo nesta Nova Era, tanta pobreza espiritual mascarada de humildade.

Atenção:

Deus, a Vida quer-te abundante e feliz. Totalmente Livre. Porém poderás ter de lutar por isso. Tomar as decisões certas, aquelas que vêm da Alma. Aquelas que te libertam.

É sim possível ganhar mais de 300 mil euros num ano, mais de 30 mil euros num mês, mais de 3 mil euros num mês, dependendo do patamar em que te encontras agora mesmo mas…

Isso nunca será possível sem tomares decisões diferentes. Nunca será possível se não arriscares. Nunca será possível se não curares a tua Mente Pobre.

Hoje neste episódio da Andreia TV, decidi trazer-te um excerto do Workshop que fiz na semana passada “Conquista a Tua Liberdade Financeira” onde te explico tudo que precisas saber sobre o:

 

 
 
Se sentes uma vontade que começa a vir de dentro de mudar a tua vida, poderás ter interesse em continuar a ver o Workshop na sua totalidade – são 3h30 em que te ensino os 3 Grandes Erros que matam a tua Liberdade Financeira e como dar já a volta a essa Realidade.


Tens interesse em ver a continuação do Workshop?


Se sim, clica em seguida e começa a ver a partir de 1h21 minutos mergulha e acredita!

Rasga o teu teto financeiro e vem sentir aquilo que é possível para ti nesta Vida!


Não por egoísmo, ou orgulho, mas porque tu mereces realizar o teu plano de alma com todos os recursos disponíveis. Tu mereces liberdade financeira. Quanto mais recebes mais és capaz de dar ao serviço da humanidade, isso tem sido tão verdade para mim e uma das chaves de eu ter conseguido criar a vida dos meus sonhos. Dou e recebo, recebo e dou… Eu a mim mesma e depois por espelho, a vida começa a dar-me a mim. Esse é o ciclo.


E é possível ganhar muito dinheiro a fazer aquilo que amas, a fazer aquilo que foste destinada a fazer! É possível e é certo que essa será a tua realidade se escolheres aprender como.


Não percas oportunidade de mudares a tua realidade financeira, para que no próximo ano sejas tu a contar que ganhaste um dinheiro que nunca imaginaste ser possível em 2019!

Lembra-te, tudo isso é possível se te comprometeres a fazer algo diferente. Vê o Workshop e faz questão de te inscreveres neste próximo Programa “Conquista a Tua Liberdade Financeira” usufruindo 70% de desconto… Termina em BREVE!

Que 2019 seja o teu ano de colher resultados!

Um imenso abraço repleto de infinitas possibilidades,

 

Eduarda