Fui à minha aula de Yoga de manhã…

Autocuidado, tempo para mim. Decisões a favor da minha Alma. A favor do meu Corpo. A favor do meu Ser. O copo meio cheio para meu lado…

Um desafio épico na sociedade moderna. Uma mulher de negócios que está a fazer numa segunda-feira de manhã? Cuidar dela? 

 

– “Não admira se algo correr mal…”;

– “Não tens vergonha de viver essa vida quando tantas pessoas sofrem…”

– “E a culpa, hoje não sentes culpa de não estar a fazer o que devias – trabalhar com esforço?”

– “Já sabes, se algo correr mal não te admires – estás a ser irresponsável! Cuidar de ti? Não vês quanto trabalho há por fazer?”

 

Dizem as vozes do patriarcado. Vozes antigas. Vozes chatas. Limitantes.

Escravidão. Prisão. Escassez. Pobreza. Culpa. Vergonha.

Pobreza Espiritual. Pobreza Material.

 

Não estamos educados numa cultura de riqueza. 

“Ser rico é muito mau para quem quer ser espiritual.” 

Um cisão gigante entre estes 2 tipos de riqueza. Repressão. Religiosa. Como diz na Bíblia “Entra mais depressa um camelo pelo buraco de uma agulha que um rico no reino dos céus” – será mesmo verdade? E se o rico passar cada dia da sua vida a pensar nos outros e a ajudar a que a vida seja melhor ao outro? Se a missão do rico é elevar consciências e fazer o bem no mundo? Será condenado só porque é rico…

 

Isto está no consciente de cada um de nós, que nasceu e viveu na cultura portuguesa. Não há equilíbrio e há um Bloqueio de Riqueza gigante em cada um de nós. Especialmente em cada uma de nós, Mulheres. Rainhas. Deusas.

 

Mulheres com um Poder incrível, poder que foi danificado, tanto poder espiritual de transformação e potencial de mudança no mundo (repressão da magia e da beleza natural feminina) assim como poder material. 

As mulheres produzem riqueza e equilíbrio naturalmente. A matéria é o seu corpo. Tanta repressão do corpo vivemos… Ainda vivemos… O corpo que tem de ser de determinada maneira… Caber em certas medidas…

 

E o corpo, a matéria, o 666 como símbolo do sagrado feminino antigamente, foi completamente demonizado e convertido em mal. Prazer, sexo, dinheiro. Tudo convertido em monstruosidades psicológicas e castigos eternos. Não admira tanto bloqueio de riqueza, tanto bloqueio de dinheiro…

 

Bloqueio de Riqueza: O que É e Como Ultrapassar

Mais um episódio gratuito da Andreia TV. É a minha forma de contribuir para um mundo com mais luz e consciência. É a minha forma de te ajudar a olhar para as prisões que existem em teu redor que te impedem de manifestar o teu mais alto potencial, realização, felicidade e abundância plena nesta vida.

 

Estamos repletos de vozes, sentires e ações que vêm de condicionamentos que já não fazem qualquer sentido. Mas enquanto não mergulharmos fundo para descobrir aquilo que nos condiciona nos mais de 90% da mente inconsciente, seguiremos sendo escravos dos nossos próprios padrões e condicionamentos.

 

“Até que te tornes consciente, o inconsciente vai dirigir a tua vida e tu vais chamá-lo de destino” Carl Jung

[“Until you make the unconscious conscious, it will direct your life and you will call it fate.” Carl Jung]

 

Não é de certeza a vida que quero para mim. Nem para ti.

Depois de ter trabalhado 7 anos em cuidados paliativos sei a dor que é chegar ao fim da vida (e às vezes o fim da vida aparece em idades de 10, 20, 30 anos) e olhar para aquilo que vivemos e ficar triste. Imensamente triste. Deprimido. Sem esperança.

 

E este sentir é bom, é uma tentativa de despertar da nossa Alma para que algo não está bem… Sim, é desconfortável. Mas necessário. Profundamente necessário. E se neste momento estás a passar uma situação mais desafiante e te apetece desistir de tudo, lembra-te: “Ainda estás viva, ainda estás vivo” – e há muitas pessoas que não têm sequer mais do que poucas semanas para viver… E outras que não têm mesmo vontade de viver…

 

A morte como conselheira. Ahhh grande amiga. Como me ensinou aqueles 7 anos. E como me continua a ensinar. A morte ensina-nos tanto sobre a vida. Não é confortável, confrontar-nos com partes nossas que necessitam de morrer. Mas é absolutamente necessário se queremos viver uma vida para além das limitações dos condicionamentos do passado.

 

Está na hora de descobrires a melhor versão de ti, está na hora de criares a tua vida baseada nos teus sonhos e não nos teus bloqueios, medos e condicionamentos.

 

Começa a fazer o registo financeiro indicado no episódio da Andreia TV desta semana e atravessa a resistência que possa aparecer ao lidar com esta área tão sensível das nossas vidas. Afirma a tua riqueza. Aceita a tua riqueza natural. Faz as pazes com o dinheiro.

 

Eu consegui criar uma vida de abundância para além das vozes que surgem, elas fazem parte do inconsciente colectivo e sempre estarão ali. O nosso trabalho é resgatar o nosso próprio inconsciente pessoal e familiar, transformar bloqueios em poder e criar a própria vida desde os nossos mais íntimos desejos. É possível e o dinheiro é importante.

 

Não te acomodes a uma vida pobre. Luta pela tua riqueza material e espiritual. 

Luta pela verdade e pela luz na tua vida e de quem amas. Esse é o caminho da Alma. 

O caminho de uma Vida Plena.

 

Se sentes que este episódio pode ser uma luz também na vida de alguém, partilha, espalha libertação, amor e abundância. Quanto mais te impregnes desta energia, mais dela atrairás para ti. A vida cuida-te, sempre.

 

Abraço-te com Amor,

 

Andreia